Espiritualidade e diversão marcam o Hallel Vale 2019

Espiritualidade e diversão marcam o Hallel Vale 2019
Cerca de dez mil pessoas participaram do megaevento católico realizado nos dias 28 e 29 de setembro, no Parque da Cidade

O Parque da Cidade de São José dos Campos foi o cenário para a realização da 11ª edição do Hallel Vale Som e Vida, um megaevento de evangelização católico que reuniu cerca de dez mil pessoas nos dias 28 e 29 de setembro. Nos dois dias de evento, foram cinco missas, 29 horas ininterruptas de Adoração ao Santíssimo, shows com artistas consagrados, palestras, exposições e muita diversão.

O Hallel Vale recebeu, mais uma vez, a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, que veio do Santuário Nacional de Aparecida, foi recebida pela comunidade na Paróquia de Sant´ana e depois seguiu para a missa de abertura do Hallel no Parque da Cidade. No sábado, 28, às 15h, o padre Rinaldo Roberto de Rezende celebrou a Santa Missa e conduziu momentos especiais com a Mãezinha.

O evento prosseguiu com os shows no palco central. Dalvimar Gallo, Flavinho e Ministério Adoração e Vida animaram o público com hits e lançamentos de suas carreiras na música católica. Foi um momento de entrosamento entre os artistas e o público com grandes sucessos. A noite de sábado continuou com a animadíssima Balada Cristã conduzida pelo DJ Galvão. Às 22h30, padre Francisco José da Silva (Chicão) celebrou a Santa Missa que iniciou a Vigília Fogo no Altar, que contou com a presença do padre Edimilson Lopes (Comunidade Canção Nova) e Paulinho (Comunidade Colo de Deus).

No domingo, 29, a programação foi ainda mais extensa. Às 9h, padre Nivaldo de Oliveira presidiu a Santa Missa de abertura dos trabalhos do dia. Das 11h às 17h, os módulos Capela, Família, Juventude, Maria, Pentecostes, Hallel Fest e Hallelzinho tiveram atividades ininterruptas com pregações e animação musical. Às 15h, o padre Mario Teodoro presidiu a Santa Missa com participação especial de Eliana Ribeiro, que encerrou a Quaresma de São Miguel ao final da celebração. Também tivemos a Santa Missa no Hallelzinho, para crianças de 5 a 12 anos, presidida pelo padre Alexsandro de Brito Ramos (Lecão).

Mais à noite, no palco central, o público pôde conferir as performances de Maikel Marques, Samuel Ferreira e Eliana Ribeiro, que empolgaram a plateia. O ponto alto da noite foi a procissão do Santíssimo Sacramento que seguiu a Capela até o Palco Central para o momento de adoração e encerramento do Hallel Vale 2019.

Durante os dois dias, a praça de alimentação funcionou a plenos vapores para atender o público com lanches deliciosos e com um preço super justo. Os participantes também puderam conferir os itens do Bazar da Pechincha e adquirir produtos personalizados do Hallel.  Um espaço de entretenimento foi montado no Pavilhão Gaivotas para atender crianças e adolescentes em busca de diversão, com brinquedos infláveis e a Rua de Lazer oferecida pela Prefeitura. Stands de várias pastorais, grupos e movimentos da diocese estavam na ExpoVocacional para que o público pudesse conhecer mais sobre seus carismas. Os fiéis também puderam se confessar com os 11 padres que se disponibilizaram a colaborar com esse importante momento, além de receber o atendimento de oração. O evento teve entrada franca e o público pode contribuir, voluntariamente, doando alimentos não perecíveis. O Fundo Social de Solidariedade contabilizou 223 itens doados, que serão entregues às entidades assistenciais de São José dos Campos. Mais de 400 voluntários estiveram envolvidos na organização e realização do evento.

O Hallel Vale é organizado pela Comunidade Tom de Amor, com apoio da Diocese de São José dos Campos e Prefeitura de São José dos Campos e empresas parceiras. Como despedida da edição 2019, a organização do evento já anunciou a realização em 2020 nos dias 26 e 27 de setembro, com parte do calendário de eventos oficiais do município e da Diocese.

 

O que é Hallel?

Hallel é o nome do maior festival de evangelização católico da América Latina, realizado em várias cidades do Brasil e do exterior, com objetivo de levar a palavra de Deus de forma jovem e alegre.  Na região, o evento ganhou o nome de Hallel Vale, com sua primeira edição em 2001. Desde então, já foi realizado no Teatrão, Rhodia, Vale Sul, Eugênio de Melo e desde 2016 acontece no Parque da Cidade, região norte de São José dos Campos. Ao longo do tempo, cerca de 180 mil pessoas participaram das 11 edições joseenses deste evento.

 

História do Hallel

A palavra hallel é de origem aramaica e significa “cântico de louvor e exaltação a Deus”, músicas que celebram a vida. Os salmos 112 a 117 (Pequeno Hallel), o 135 (Grande Hallel) e o 150 (Hallel Final) fazem referência à exaltação dos cantos e da música, como ação de graças pela vitória do Messias.

O primeiro evento aconteceu no dia 23 de julho de 1988 quando um grupo da diocese de Franca (SP) queria comemorar os 10 anos da RCC (Renovação Carismática Católica), de uma forma que atraísse a juventude. Lembrando o formato do “Rock in Rio”, o Hallel surgiu trazendo uma forma cristã de contagiar os jovens com amor, fé, paz, alegria e um novo ardor missionário como pedia naquela época o Papa João Paulo II.

 

CONTATOS PARA IMPRENSA

Fernanda Albuquerque
Jornalista e Assessora de Imprensa
fernandadealbuquerque@gmail.com
(12) 98839-3455